top of page

Baía de Kotor: um mosaico de História, beleza e cultura

Vista panorâmica da Baía de Kotor, cercada por águas cristalinas e montanhas majestosas.

A Baía de Kotor não é apenas um cenário natural deslumbrante; ela também é um livro de história aberto. Ao longo dos séculos, foi palco de diversas influências culturais, já que esteve sob o domínio de várias civilizações, incluindo romanos, bizantinos, húngaros, russos, franceses, da República de Veneza e até mesmo do Estado Sérvio e do Reinado da Bósnia.


Os vestígios dessas épocas podem ser vistos nas arquiteturas das cidades e vilarejos em torno da baía. Em 1814, após o Tratado de Paris, a região foi cedida à Áustria, ganhando finalmente sua independência apenas em 1944. Esse caldeirão cultural contribuiu para a formação de uma identidade única que hoje atrai visitantes de todo o mundo.


Perast

Esta pitoresca vila mais parece uma página de um livro de contos de fadas, com suas ruas estreitas e construções seculares. O destaque deste trecho é uma ilha artificial que abriga a Igreja de Nossa Senhora das Pedras, que enfeita o horizonte enquanto flutua sobre o mar.


Kotor ou Cattaro?

Ao visitar a cidade de Kotor – a principal cidade da baía de mesmo nome – talvez você se depare com a palavra “Cattaro” em diversas placas e mapas. Isso porque Cattaro é simplesmente a designação italiana para Kotor, um legado da época em que os venezianos dominavam a região.


Baía de Kotor: entre muralhas e montanhas

A cidade de Kotor está estrategicamente situada entre montanhas majestosas e o mar cristalino da baía. Suas muralhas medievais contam histórias não somente de defesa e guerra, mas também de comércio e arte. De fato, o porto de Kotor foi, durante séculos, um núcleo de intensa atividade comercial.


Um patrimônio de valor inestimável

A cidade de Kotor detém o raro privilégio de ter duas classificações de Patrimônio da Humanidade pela UNESCO. A primeira é por sua região natural e importância histórica. A segunda é pela área amuralhada de Kotor, parte do sistema de defesa construído pela República de Veneza entre os séculos XVI e XVII.


Explosão de sabores

A gastronomia da região é outra dimensão que vale a pena explorar. Os frutos do mar são uma escolha óbvia e deliciosa, dada a localização à beira-mar. Uma especialidade local é o “Buzara”, um guisado de frutos do mar geralmente preparado com camarões ou mexilhões. Os temperos são uma mistura harmoniosa das várias influências culturais, com toques de alho, vinho branco e azeite de oliva. O resultado é uma culinária que reflete a diversidade e riqueza do local.


Conheça esse e outros destinos com a Domundo!

Somos uma operadora de turismo baseada em uma sólida rede de parcerias, construída ao longo de décadas de relacionamento profissional com instituições e profissionais reconhecidos.


Nossas viagens em grupo com guia brasileiro – são dezenas de saídas anuais para os destinos mais inspiradores – têm acompanhamento próximo e constante de especialistas de alto nível. Cuidado que garante qualidade e faz toda a diferença.


6 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Comments


Commenting has been turned off.
bottom of page