top of page

Templo de Luxor: obra-prima da arquitetura do Império Novo Egípcio

Templo de Luxor, uma joia do Antigo Egito, conhecido por sua grandiosidade e majestosas colunas com hieróglifos que contam a fascinante história de uma civilização extraordinária.

Às margens do lendário Rio Nilo, o majestoso Templo de Luxor constitui a sólida expressão em pedra do apogeu do antigo Egito e o reinado dos faraós Amenhotep III e Ramsés II, no período denominado Império Novo.


Erguido originalmente por volta de 1400 a.C., o monumental complexo foi expansivamente ampliado e decorado nas décadas seguintes, assumindo

proporções impressionantes.


O templo foi dedicado à tríade composta pelos deuses Amon, Mut e Khonsu. Eram as principais divindades da região de Tebas, associadas ao poder real, ao feminino e à lua, respectivamente.


Marco da arquitetura monumental egípcia


Do ponto de vista arquitetônico, o Templo de Luxor representa o ápice técnicoconstrutivo

do antigo Egito, graças às ousadas proporções de seus elementos e o excepcional trabalho escultórico integrado.


O Salão Hipostilo é uma das partes mais impressionantes do Templo, com 134 colunas de 16 metros de altura, e seus elaborados capitéis decorados com elementos da natureza e deuses egípcios.


Algumas curiosidades sobre a construção do Templo de Luxor:


1. Quanto mais pra dentro, mais antigo

Os templos egípcios eram construídos de dentro para fora. Assim, a área mais antiga do Templo de Luxor é a que se encontra na parte de trás.


2. Construção ao longo dos séculos

O templo foi construído ao longo de vários séculos, começando no século XIV a.C. continuando a ser modificado pelos faraós Tutancâmon, Ramsés II, entre outros.


3. Quilômetros de esfinges

Conectando os templos de Luxor e Karnak, existem fileiras de figuras esculpidas em pedra com cabeças de carneiros. São cerca de 1400 dessas estátuas ao longo do caminho de 3 km que é hoje conhecido como a Avenida das Esfinges.


4. Presente para os franceses

O obelisco de Luxor, em Paris, vem do Templo de Ali ao governo francês em 1836. Luxor, e estava originalmente localizado à entrada do templo. A retirada e envio do monumento foi um presente de Mohammed.


Testemunho de um passado glorioso


Em seus mais de 3.400 anos de história, o Templo de Luxor testemunhou o esplendor da teocracia egípcia nos tempos faraônicos, sem igual em extravagância arquitetural em todo o Vale do Nilo.


O complexo segue deslumbrando pela monumentalidade de sua estrutura,

a atmosfera do Egito Antigo. complexidade técnica ímpar e conexão com a atmosfera do Egito Antigo.


Conheça esse e outros destinos com a Domundo!


Somos uma operadora de turismo alicerçada em uma sólida rede de parcerias construída ao longo de décadas de relacionamento profissional com instituições e profissionais reconhecidos.


Nossas viagens em grupo com guia brasileiro têm acompanhamento de especialistas de alto nível, consagrados no mercado. Cuidado que garante qualidade e faz toda a diferença.


171 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Commentaires


Les commentaires ont été désactivés.
bottom of page